Link para consulta da proposta musical: 
https://open.spotify.com/playlist/03MjsqzAQze2R2LF3yY9zO?si=iq1W66hvSMK_G4kHW0KpxQ

24 março: 19h
Sonoridades da Paixão
Alfredo Teixeira

Noutras circunstâncias, nas semanas que anunciam a proximidade da Páscoa, um pouco por todo mundo, seriam interpretadas algumas das páginas mais notáveis da música de tradição europeia. É nesse arquivo que se encontram as realizações musicais das narrativas da Paixão, em gramáticas diversas, gravadas na memória que partilhamos coletivamente. Grande parte das obras que constituem esse cânone dos espaços de concerto remontam ao período Barroco. Não é por acaso. De facto, depois desse período de ouro de construção destas formas musicais, conhecemos um intervalo de desinteresse por parte dos grandes nomes que preenchem o período do classicismo e do romantismo musicais. O século XX foi o século do regresso da Paixão como forma musical, particularmente depois da I Guerra Mundial. Diria que se pode fazer uma história do século XX a partir das criações musicais sobre as narrativas da Paixão. Se realizarmos alguns «cortes» no curso da história contemporânea da Paixão, desvendam-se as feridas da nossa contemporaneidade e descobre-se uma trajetória de valorização da dimensão universal destas narrativas cristãs. Na Paixão, escutamos o drama de Deus no nosso próprio drama.

Foto: Simon & His Camera

PAUSA ESTIVAL

A Capela do Rato encontra-se em pausa estival, reabrindo a 16 de setembro.

You have Successfully Subscribed!